John Hall, representante da Forbes, participou do Ernst & Young’s Strategic Growth Forum U.S, evento sobre economia e negócios. Lá são apresentadas tendências para o crescimento das empresas no próximo ano. Então, para começar janeiro com foco, vou falar de 3 tendências apresentadas no evento:

1. União do perfil empreendedor com técnico

É comum pessoas com grandes ideias não conseguirem empreender sozinhas. Para a realização de certos projetos, é preciso conhecimento específico em áreas relevantes.

Pode haver um empreendedor criativo, mas sem base técnica em programação, que elabore um negócio que envolva desenvolvimento de softwares. Da mesma forma, um programador experiente pode ter um produto pronto, mas não ter habilidade com marketing, negociação e vendas.

Todd Buelow, fundador da Dualboot Partners diz que empreendedores não técnicos tendem a confiar em especialistas em tecnologia para a realização de seus negócios. Isso acontece porque estes especialistas também estão empreendendo. A união dos perfis potencializa as chances de sucesso dos seus projetos.

2. Escolha e desenvolvimento de colaboradores de valor

Hoje, empreendedores se preocupam em como montar uma equipe de talentos promissores, e fazê-los se sentirem parte importante da empresa. Com isso, consequentemente é aumentado o seu rendimento em suas funções.

Mas como trazer talentos para a minha equipe? Como construir uma cultura que mantenha eles na minha empresa?

Segundo Hall, o segredo está em investir no desenvolvimento pessoal dos membros da sua equipe. Na prática, é sugerido a implementação de pontos como: autonomia, ambiente de trabalho flexível e remuneração em função do desempenho do integrante, para ajudar na motivação.

3. Negócio nichado

Pode ser uma preocupação do empreendedor alcançar o público mais amplo possível. Quanto mais diverso o leque de consumidores melhor, certo? Pois não é bem assim!

Por mais que exista grandes sucessos que atendam a um público massificado, Brad Keywell, CEO da Uptake, sugere que a tendência para 2020 é atender a nichos. Enxergar demandas específicas de certos grupos de consumidores te colocará na frente. Atender e fidelizar estes grupos pode ser mais eficiente para o seu negócio.

Fonte: Forbes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *