Tea Bag Index (TBI) é a metodologia usada por pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste para avaliar a qualidade do solo em lavouras.

A técnica vem da Holanda, e seu nome, em tradução livre, significa algo como “índice do saquinho de chá”.

Com ela, os pesquisadores acompanham a taxa de decomposição da matéria orgânica contida em cada saquinho, permitindo a comparação entre diferentes sistemas produtivos. Para que seja possível a comparação, toda pesquisa que utiliza desta técnica precisa utilizar o mesmo chá.

Para controlar a adubação da sua lavoura, tenha tecnologia a favor do seu negócio, use hoje mesmo o CPT Adubação Premium. Clique para mais informações:

Mais matéria orgânica

O professor da UFSCar Marcel Tanaka revela “Em geral, quanto mais o solo decompõe matéria orgânica, mais qualidade ele tem. É sinal de que a comunidade microbiana está funcionando”.

Tanaka aplica o método na restauração florestal. Os saquinhos de chá são enterrados em matas ciliares a fim de acompanhar a sua recuperação, e as consequências deste processo.

As árvores ajudam na formação de lagos e rios, já que elas aumentam a infiltração no solo. Sem as árvores, a água evapora muito mais facilmente. Matas restauradas também captam mais carbono da atmosfera e ajudam na ciclagem de nutrientes.

Aplicação para a agropecuária

Em 2019, o pesquisador da Embrapa Alberto Bernardi levou este método para o agro. Em seu experimento, foram enterrados mais ou menos 400 saquinhos de chá, a 8 cm de profundidade, em áreas de sistemas integrados.

Nestes sistemas, se produz mais de uma modalidade simultaneamente, o que é chamado de ILPF (integração lavoura-pecuária-floresta).

Você já ouviu falar na ILPF? A nova estratégia, desenvolvida no Brasil, promete ser a próxima revolução da agropecuária. A tecnologia concilia a produção no campo e a preservação ambiental:

Depois de 3 meses, os saquinhos retirados do solo tem sua matéria orgânica analisada. Sabendo as propriedades do solo, é possível entender como ocorrerá a decomposição da matéria naquele chão.

A expectativa é que a ILPF ajude a aumentar a decomposição, as atividades orgânicas e a retenção de carbono.

Fonte: Embrapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *