Como Iniciar Uma Plantação de Tomate em Estufa

Como Iniciar Uma Plantação de Tomate em Estufa

Diferente do campo aberto, a estufa te ajuda a ter um ambiente mais controlado para a sua plantação. Ela te dá maior controle sobre as plantas, já que os pés sofrem menos com o clima, doenças e pragas. Além disso, com a estufa é possível produzir duas colheitas por ano, ao contrário da forma tradicional, e aumentar a produtividade por colheita.
Mas como todo investimento, você deve seguir alguns passos para saber se há viabilidade do negócio. Estou listando abaixo os passos para iniciar a sua plantação em estufa.

Planejamento

Para começar qualquer negócio, primeiramente é de grande relevância fazer um planejamento. Traçar metas à curto, médio e longo prazo. Com planejamento, é possível também antecipar possíveis problemas à frente, evitar erros e prejuízos para você.

Modelo de estufa

Não existe um modelo ideal de estufa. Busque aquela que se encaixa nas suas condições. O importante é se preocupar com a iluminação e a ventilação internas. Construa sua estufa em local aberto, livre de obstáculos que possam sombrear a estrutura.

Tipo de tomate

Existem muitos tipos e variedades de tomates à disposição. Estabeleça qual você prefere trabalhar, pensando no produto final entregue ao seu consumidor. Uma dica: escolha tomates que são vendidos como variedades para estufas.

Temperatura e Clima

Tome cuidado quanto ao ambiente dentro da estufa. Especialistas dizem que a temperatura ótima para plantação de tomates está entre os 21 e 27 graus Célsius durante o dia, e os 16 e 18 graus durante a noite.Temperaturas superiores a 30 graus afetam a frutificação, e geram mal desenvolvimento dos óvulos. Temperaturas inferiores a 15 graus também causam problemas.
A umidade relativa ótima vai dos 60 a 80 por cento.
Não permita que a sua plantação seja mal iluminada pelo sol, já que isso afeta a floração e fecundação, assim como no desenvolvimento vegetativo da planta.

Solo e Irrigação

O solo argiloso areado ajuda o pé de tomate a crescer devidamente. O pH do solo pode variar de levemente ácido a levemente alcalino, quando está areado. O tomate tolera bem às condições de salinidade, tanto do solo como da água de irrigação.
Para a irrigação dos tomates, procure o hidratá-los através da irrigação por gotejamento. Este tem sido o método mais utilizado em estufas.

Colheita

A formação do fruto exige certo tempo ligado ao pé. Mas quando falamos em produção, o ideal é colher o menos amadurecido possível, assim durante o transporte há menores perdas.

Avalie a possibilidade de plantar seus tomates em estufa. Se pergunte se esse modo de cultivo se encaixa na sua realidade. Pense o quanto precisa ser investido e quanto você pretende ter de retorno. Observe se você tem espaço na sua propriedade, tempo para se dedicar, disposição e colaboradores que ajudem a tornar esse projeto realizável.

Fonte: HortoMallas, Montar Seu Negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *