Como lidar com o desemprego

Ninguém está preparado para ficar desempregado. Ainda mais agora, com o cenário econômico mundial em crise e o mercado de trabalho concorrido. A perda de um emprego é sempre um grande trauma, seja para um operário ou gerente de grandes empresas. Cada vez mais, as oportunidades vão ficando mais restritas.

Para que você possa lidar melhor com o desemprego segue abaixo, algumas dicas:


– Não crie aquela expectativa de que logo voltará ao mercado de trabalho. Geralmente o tempo para você conseguir retornar ao mercado leva em torno de 3,6 ou 12 meses. Se você criar uma expectativa muito grande pode se frustrar e prejudicar sua busca por um novo trabalho.

– A falta de um emprego fixo não quer dizer que você está inativo. Você pode trabalhar como freelance ou então arrumar um emprego temporário. Até mesmo a possibilidade de fazer alguma atividade em casa que lhe dê uma remuneração. Estar em atividade é fundamental porque além de receber um dinheiro sua mente não ficará fazia ou cheia de sentimentos de angústia e depressão.
 
– Nessa hora, é importante correr atrás de boas oportunidades. Faça sua lista de lugares que pretende trabalhar, mande currículos, agende entrevistas. Gaste boa parte do seu dia à procura de uma nova colocação no mercado.

– Faça seu netwoorking, ou seja, sua rede de contatos. Fortaleça seus laços de amizades com pessoas que podem ajudar você a encontrar um novo emprego.

Na fase de desempregado, não deixe que sentimentos e pensamentos ruins mude seu comportamento e o afaste das pessoas. Veja quais atitudes você deve evitar.

– Não se veja como um fracassado, e não deixe sua autoestima ficar abalada.

– Não se culpe e nem procure culpados. Jamais acumule sentimentos negativos, como mágoa e ressentimento.

– Reclamar da vida e adotar uma postura de vítima não vai trazer seu emprego de volta.

– Não negue ajuda. Amigos, parente e familiares podem contribuir com sua recolocação no mercado de trabalho.

– Evite pensamentos angustiados ou sonhadores, isso pode inibir sua ação.

– Não tome decisões impensadas, motivadas por emoções descontroladas.



CPT Finanças na Família – Programa de planejamento e controle das finanças familiares.

Desenvolvedor de sistemas no CPT Softwares desde 2009. Graduado e Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal De Viçosa - UFV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *