Como realizar a instalação de uma horta

Como realizar a instalação de uma horta

Para cultivar hortaliças, é preciso realizar a instalação de uma horta que requer, além de investimento, atenção a vários detalhes. É preciso observar o clima e a região a ser implantada a horta, uma vez que os produtos precisam chegar aos consumidores frescos e de forma rápida.

Os agricultores precisam definir de qual tipo será a sua horta:

Horta Extensiva, aquela que possui de 10 a 20 hectares;
Horta Intensiva, aquela que possui de 1 a 2 hectares;
Horta Domiciliar, aquela que possui de 50 a 500m².

Dentre os vários pontos a serem observados para a instalação de uma horta, destacamos:

Escolha do terreno

O terreno é o primeiro ponto que deve ser definido para a instalação da horta. É preciso observar a incidência solar e também se o local fica muito molhado após chuvas. Recomenda-se que o local tenha incidência solar de 7 horas por dia e que ele não fique encharcado em períodos chuvosos, pois a água em excesso pode afogar as plantas e danificar o seu cultivo. Ainda, é importante observar se não há plantas daninhas para que os produtos não sejam prejudicados.

Quanto à fertilidade do terreno, esse fator não é tão preocupante. Os terrenos escolhidos serão constantemente trabalhados e receberão adubos, o que faz com que seja dispensável a fertilidade natural. Porém, isso não significa que devemos desconsiderar esse fator, mas sim, que não devemos tratá-lo com fundamental para a produção de hortaliças.

É necessário observar a presença de outras plantas que possam “concorrer” com as hortaliças. Para isso, deve-se eliminar toda a vegetação que se encontrem nessa condição, podendo deixar algumas plantas que possuam algum valor que justifique sua permanência.

Algumas instalações complementares necessárias

Esterqueiras: são necessárias para que a horta disponha de um reservatório de matéria orgânica. A localização precisa ser estratégica para que atenda às necessidades da horta, mas que fiquem a certa distância dos reservatórios de água. Devem também ser cobertas, para evitar contaminação por moscas, que podem trazer doenças. A construção de alvenaria é mais cara do que a construção de esterqueiras em terrenos escavados, mas facilitam o manejo do esterco.

Reservatórios: fundamental para as hortaliças, sua capacidade deve estar de acordo com as necessidades da horta. O melhor local a ser implantado é próximo às áreas de semeadura e outras que exijam água em abundância.

Depósitos: para armazenar máquinas, podem ser construídos depósitos simples, sem vedação lateral, por exemplo. Caso o produtor deseje construir depósitos totalmente vedados, eles também poderão ser utilizados para almoxarifado. Já para adubos, precisam de vedação e não podem possuir goteiras.

Cercas: as cercas são obstáculos que impeçam “presenças” indesejáveis na horta, como de vacas, galinhas, entre outros. Podem ser feitas com madeira, tela, bambu ou arame, que são as cercas “mortas”, ou com plantas, conhecidas como cercas vivas.

Fonte: Criar e Plantar – criareplantar.com.br
Por Renato Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *