Marcada pelo escurecimento e apodrecimento das frutas, a antracnose é uma doença que afeta diversas culturas, como o abacate, o mamão e a goiaba. O agrônomo Rafael Pio, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), mostra qual o manejo adequado para evitá-la no seu pomar.

Saiba como se livrar os seus pés de laranja, limão e tangerina da fumagina. Leia o artigo completo clicando no link abaixo:

Que doença é essa?

As manchas escuras, características da antracnose, aparecem tanto nas folhas quanto nos frutos, e são causadas pelo fungo Colletotrichum gloesporioides. As condições para a sua ocorrência são um clima quente e de alta umidade.

O fungo ataca e evolui em plantas debilitadas, que sofrem com deficiências de nutrientes ou de irrigação. Começa com pequenos pontos pretos, e com o amadurecimento da fruta, logo o fungo a toma por inteiro.

Se não for tratada, a antracnose pode levar a prejuízo duplo. Para o produtor, a doença afeta a quantidade e a qualidade do pomar, para o consumidor, ocorre desperdício dos frutos.

Como tratar?

É aconselhado aplicações preventivas de fungicidas a base de cobre, no pré e no pós florada. Caso haja a necessidade, também aplicar o produto no fim da primavera.

Arejar as plantas também ajuda a diminuir o risco do surgimento do problema, já que o fungo se instala e se alastra em ambiente abafado. Para isso, podas regulares na planta ajudam bastante.

Com o CPT Agropédia e Receituário Agronômico você terá acesso a um banco de dados com mais de 5 mil documentos referentes a defensivos agrícolas, doenças, e muito mais:

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *