Comunicação visual como ferramenta nos pequenos negócios

Comunicação visual como ferramenta nos pequenos negócios

Quando entramos em uma loja, visualizamos seus produtos, os banners, as cores dos acabamentos, os uniformes dos vendedores, as etiquetas de preços e vários outros elementos que traduzem mensagens intencionais a partir de emoções e sensações para atrair a clientela. Todos esses elementos compõe a comunicação visual da empresa.

As estratégias de comunicação visual no varejo ajudam a traçar a identidade do negócio. A iniciativa de planejar bem o ambiente da loja não requer grandes investimentos e traz resultados positivos. Painéis, banners, adesivos e displays ajudam a montar uma comunicação visual barata. Se o cliente está em uma papelaria, por exemplo, e não encontra pastas, significa que a comunicação visual não é efetiva. 

Muitas vezes, a vitrine é chamativa, ao contrário do interior da loja. Alguns cuidados ajudam os pequenos empreendedores a construírem uma comunicação visual que dê resultados. O primeiro deles é o controle das informações. Quase sempre o excesso de informação serve apenas para confundir o cliente. Por isso, é bom priorizar o que deve ser visto. Além disso, é atrativo investir em um ambiente que traga uma possibilidade de diversão ao cliente no momento da compra.

Além disso, deve ser criada uma estratégia de comunicação visual para cada produto da loja. A estratégia deve informar e valorizar os produtos. Um método simples de avaliar a comunicação visual é verificar se a loja consegue mostrar aos clientes o seu diferencial competitivo sem expor grandes quantidades de mercadorias. Mas lembre-se de que cada cliente tem um perfil diferente, por isso deve-se apostar em uma linha estética e segui-la em todos os detalhes, respeitando a individualidade dos consumidores.

CPT Loja de Roupas e Calçados – Programa para Gerenciamento de Loja de Roupas e Calçados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *