Cotonicultura: cultive algodão e obtenha sucesso

O cultivo de algodão é muito importante em nosso país, dado que essa planta produz fibras, é fonte de alimento de alguns animais e ainda é matéria-prima para a produção do óleo de algodão, que é extraído de suas sementes. Nos últimos anos a demanda vem aumentando, o que faz com que o investimento na cotonicultura é capaz de render bons lucros.

O que garante o sucesso da atividade é o correto manejo e as técnicas de cultivo, que vêm sendo facilitadas com uso de tecnologias que visam melhorar a produtividade e a qualidade do algodão produzido, o que favorece a sustentabilidade da cultura. Esses fatores também têm sido responsáveis por impulsionar a produção do setor.

Confira alguns fatores necessários para o correto cultivo de algodão:

Solo

O solo é importante para a cotonicultura, uma vez que a acidez pode ser um fator limitante. Com o pH baixo, é necessário corrigi-lo com calcário. Ainda, é preciso também equilibrar os minerais. Nitrogênio, Fósforo, Potássio, Cálcio, Magnésio e Enxofre, em níveis abaixo do exigido pela cultura comprometem a produtividade do algodão. Verifique, por fim, o adensamento e a compactação do solo antes de instalar a sua cultura de algodão.

Nutrientes

Como dito, a falta de nutrientes pode comprometer a produtividade. A planta também precisa de doses de fertilizantes para atingir seu desempenho máximo. Com os nutrientes equilibrados, a produtividade pode chegar a 30% a mais do que o comum. Acompanhar a lavoura para detectar possíveis deficiência nutricionais é vital. Além dos macroelementos, dê atenção aos microelementos.

Rotação de culturas

A rotação de culturas tem como principal objetivo de manter a fertilidade do solo e diminuir o ataque de plantas e doenças para garantir melhores produções. O algodão pode ser rotacionado com soja, milho, girassol, mamona e amendoim, entre outras plantas. Essa técnica também aumentar a matéria orgânica no solo, além de facilitar o manejo de nematoides, que prejudicam a produção de algodão.

Época ideal

De acordo com as condições climáticas, existem épocas ideais para plantar o algodão. É importante indicar quando será realizado o plantio de forma a manejar pragas e doenças mais facilmente e colher o algodão no período da seca, para não comprometer a qualidade da fibra. No Brasil, o algodão safra é semeado a partir de novembro, enquanto o algodão safrinha é semeado após a colheita da soja, em janeiro e fevereiro.

Pragas e doenças

A infestação de pragas e doenças além de gerar custos para o produtor, também pode gerar prejuízos por prejudicar a qualidade da planta. O “bicudo do algodoeiro” é uma praga, por exemplo, que produziu um prejuízo de R$1,5 bilhão e causou aumento no número de aplicações de defensivos. Conforme mencionado acima, a rotação de culturas é uma das estratégias adotadas para controlar mais facilmente pragas e doenças.


Fonte: Revista Cultivar – grupocultivar.com.br
por Renato Rodrigues

Conheça nossos Softwares para a Gestão Agropecuária!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *