Instruções para o uso responsável de medicamentos veterinários na produção animal

Medicamentos veterinários

De uns anos para cá, é possível notar um aumento significativo do interesse dos consumidores por alimentos mais saudáveis. Isso tem desencadeado uma grande preocupação entre os produtores agrícolas em diminuir o uso de agrotóxico nas suas plantações, substituir adubações químicas por biofertilizantes e, sobretudo, produzir carne e leite sem resíduos de medicamentos. No contexto pecuário brasileiro, nossa legislação já proíbe o uso de hormônios em criações e conta com uma fiscalização sanitária bastante rigorosa. Entretanto, o uso de outros produtos, como antibióticos, embora seja todo regulamentado, ainda pode causar problemas se não forem obedecidas as quantidades adequadas e o tempo de carência.

Aos criadores preocupados com a qualidade final da carne ou leite que irá comercializar, cabe a responsabilidade de aplicar nos seus animais enfermos apenas medicamentos veterinários registrados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, cuja eficácia é comprovada cientificamente e a segurança é garantida pelo órgão. Além disso, deve-se atentar para a importância de administrar produtos alopáticos específicos para a espécie a ser tratada, pois outros, mesmo que contenham o mesmo princípio ativo, podem intoxicar os animais severamente. A leitura da bula é indispensável para a obtenção de informações como dosagem, via de administração e tempo mínimo e máximo de administração do remédio, entretanto, se as dúvidas persistirem, o sucesso do tratamento só será alcançado consultando-se um médico veterinário.

Outro fator fundamental para a qualidade do produto de origem animal é respeitar o tempo de carência de todo e qualquer medicamento administrado antes de se proceder ao abate ou consumo de leite e ovos. Esse tempo, que também é informado na bula, diz respeito ao período que se deve esperar, depois da última aplicação do fármaco, para que o corpo do animal metabolize e elimine o medicamento de seu organismo por meio das fezes, urina e transpiração.

Tendo sempre em mente que o descumprimento de todas essas instruções coloca em risco a saúde dos consumidores e reduz drasticamente a qualidade do produto final, o produtor nunca deixará de submeter sua criação às boas práticas sanitárias. Porém, para um trabalho ainda mais excelente no seu negócio, a aquisição do CPT Vetpédia - Software com Guia Terapêutico, Compêndio de Medicamentos e Receituário Veterinário para Animais de Produção é fundamental. Com ele, é possível consultar um resumo da literatura zootécnica dos principais procedimentos para um eficaz manejo dos animais, estabelecer exata prescrição de medicamentos, efetuar controle clínico dos animais e muito mais.

 

Fonte: Milk Point - milkpoint.com.br

Por Bruna Falcone Zauza

Softwares Relacionados

Receba Mais Informações

O CPT SOFTWARES garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

CPT SOFTWARES LTDA © 2008 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Padre Serafim, 30 Loja 6 BOX N, Centro - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 17.612.421/0001-76

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade