Veja como economizar água na irrigação

Veja como economizar água na irrigação

Dados da ANA - Agência Nacional de Águas, indicam que o Brasil apresenta aproximadamente 7 milhões de hectares de área cultivada irrigada. Entretanto, o país apresenta potencial para 76 milhões. Por tais motivos, devem ser adotadas práticas agrícolas, que permitam o uso racional da água na irrigação. Cada milímetro de água gasto, além do necessário, em uma área de 100 hectares, pode resultar em um desperdício de 1 milhão de litros de água (IEA - Instituto de Economia Agrícola de São Paulo).

Veja como economizar água na irrigação:


Mapeamento da área


Uma medida importante a ser tomada pelo agricultor é a realização do mapeamento da propriedade. Dessa forma, é possível verificar se existem nascentes na região e, se houver, em quais condições estão. Assim, torna-se mais fácil proceder à sua conservação, por meio do plantio de espécies nativas, ou ainda realizar a sua recuperação com a ajuda do governo.


Curvas de nível


As curvas de nível permitem a manutenção de maior quantidade de matéria orgânica no solo e impedem a erosão. Consequentemente, torna-se possível reter e conservar a água no solo, o que evita o estresse hídrico das plantas e atenua a temperatura na área de plantio.


Inspeções nas instalações


Para evitar desperdício de água em locais com sistema de irrigação, é fundamental fazer inspeções contínuas nas instalações. Afinal, cada milímetro de água desperdiçado aumenta os custos de produção. Portanto, é preciso averiguar se existem vazamentos nas tubulações dos equipamentos de captação e distribuição de água.


Cálculo da evapotranspiração


O cálculo da evapotranspiração da cultura deve ser realizado diariamente, para mensurar, com maior precisão, o volume exato de água a ser distribuído na lavoura. Basta medir as chuvas e a temperatura na área cultivada. Os Softwares CPT Irrigação por Aspersão e CPT Microaspersão e Gotejamento podem ajudar o agricultor nessa tarefa.


Irrigação entre 21h e 6 h


Irrigar a lavoura em horário de pico de energia (17h e 20h30) gera gastos exorbitantes ao produtor rural, pois as tarifas são altíssimas. Portanto, o ideal é realizar a irrigação entre 21h e 6h quando a energia fica 30% mais barata. Outra vantagem de irrigar a cultura nesse horário é a maior eficiência na aplicação da água.


Por Andréa Oliveira.

Fonte: revistagloborural.globo.com

Softwares Relacionados

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

O CPT SOFTWARES garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

CPT SOFTWARES LTDA © 2008 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Padre Serafim, 30 Loja 6 BOX N, Centro - Viçosa - MG / CEP: 36570-093
CNPJ: 17.612.421/0001-76

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade