Como evitar a falência com dicas de gestão financeira

Crescimento empresarial

Para conduzir uma empresa, a gestão financeira é essencial. De acordo com dados da Serasa Experian, aproximadamente 5 milhões de micro e pequenas empresas terminaram o ano passado com dívidas em atraso há meses, negativadas. E, após ficarem negativadas, é muito mais fácil virem à falência.

Para evitar decretar falência, os empreendedores precisam de habilidades integradas de gestão, planejamento e negociação. As finanças são parte fundamental do seu negócio, sendo necessário estar totalmente atento a elas para que a sua empresa não se torne apenas mais uma dessa estatística.

A seguir apresentaremos algumas dicas de gestão que podem (e devem!) ser aplicadas para evitar que o sonho de abrir o seu próprio negócio não se torne o pesadelo de um investimento perdido:

Separe a pessoa física da jurídica

Ao obter o seu CPNJ, abra uma conta empresarial. Com isso será mais fácil colocar todas as contas no seu lugar e você evitará, por exemplo, receber pagamentos em sua conta pessoal, o que, posteriormente pode fazer com que você se perca na administração das receitas e despesas e tenha problemas financeiros. Outra vantagem será a possibilidade de conseguir mais facilmente empréstimos e benefícios que sejam voltados para os pequenos negócios.

Cuide das suas finanças pessoais

Não existe empresa bem-sucedida que tenha, por trás, um líder falido. Por isso é fundamental cuidar bem das próprias finanças. Alguns investidores, gerentes, fornecedores e concorrentes podem relutar em negociar com empresas que tenham administradores falidos ou com a parte financeira totalmente desorganizada.

Controle as entradas e saídas

Todas as contas devem ser acompanhadas de perto, desde as grandes faturas até as menores. Isso porque muitos empresários acabam se esquecendo das pequenas que, quando juntas, têm um peso enorme e acabam por embolar e prejudicar as contas da empresa.

Registre mensalmente suas movimentações

É muito comum que empresas sofram com variações dos resultados financeiros nos diferentes meses do ano, sobretudo as de varejo. O registro das movimentações financeiras, junto a um acompanhamento mensal ajuda a observar quais são os melhores meses para a sua empresa, sendo mais fácil acompanhar a evolução do seu negócio.

Planeje investimentos

À medida que a empresa vai crescendo, é possível pensar em novos passos: ampliação física, abertura de filiais, novos produtos ou serviço, entre outros. Porém, é preciso pensar em todos esses aspectos a partir dos dados da gestão financeira. Existe previsão de retorno para o gasto pretendido? Será necessário recursos de outras fontes (empréstimos, financiamentos) para realizar esse passo? Essas e outras perguntas, aliadas à análise de todos os dados da gestão financeira são cruciais para planejar investimentos.

Poupe recursos para rescisões

Ao demitir algum funcionário sem justa causa, de acordo com as leis trabalhistas, é preciso pagar uma multa indenizatória. A partir disso, é preciso que a empresa tenha reservas para realizar esse pagamento, que deverá ser feito no primeiro dia útil após o término do contrato ou no décimo dia da notificação da demissão, caso tenha havido aviso prévio. É muito comum que qualquer empresa lide com contratações e demissões. Porém, é preciso fazer essa reserva para que não haja prejuízos econômicos ao demitir algum funcionário.

Entenda o que é lucro e o que não é

Receita e lucro não são a mesma coisa. A receita é o volume total de recursos financeiros apurados pelo negócio em determinado período, com a venda de produtos e serviços. O lucro é calculado a partir da diferença entre receita e custo. Há custos envolvidos na aquisição de produtos, de matérias-primas, na manutenção do estoque, no marketing, salarias, impostos e obrigações, entre outros processos. É imprescindível não confundir o dinheiro arrecadado nas vendas com o lucro.


Conheça nossos Softwares para a Gestão Empresarial:

CPT Microempreendedor – Software de Gerenciamento Financeiro para Profissionais Autônomos, Liberais e Microempreendedor Individual
CPT Finanças na Família – Software para Gerenciamento das Finanças da Família
CPT Almoxarifado – Software para Gerenciamento de Almoxarifado

Fonte: Administradores – administradores.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

O CPT SOFTWARES garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

CPT SOFTWARES LTDA © 2008 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Padre Serafim, 30 Loja 6 BOX N, Centro - Viçosa - MG / CEP: 36570-093
CNPJ: 17.612.421/0001-76

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade