Hedge: controlando o risco da atividade rural

Hedge: controlando o risco da atividade rural

Produtor, você já ouviu falar de hedge? Conheça a estratégia utilizada no mercado financeiro para proteger sua venda das variações bruscas de preço.

O que é o hedge?

No mundo dos investimentos, toda operação possui risco em algum nível, e o que se busca utilizando o hedge é se proteger de prejuízos.

Hedge é um termo que vem do inglês, e significa “cobertura, cerca ou limite”. Trata-se de uma forma de “cercar” a aplicação, limitando o preço.

No contrato de hedge, fica pré-estabelecido um valor pelo qual a mercadoria, ação, título deve ser comprada. Este mesmo valor deverá ser pago no ato da venda ou na entrega do produto, independente das oscilações do mercado, garantindo o lucro com a safra ou lote.

O que é preciso?

Lygia Pimentel, diretora executiva da Agrifatto, lança um livro sobre o hedge aplicado à pecuária. Ela diz que primeiramente deve-se adquirir conhecimento. Um material de qualidade ou um profissional irão te ajudar a entender o funcionamento das ferramentas de hedge, e como aplicá-las no seu negócio.

É possível que você simplesmente opere a sua fazenda sem conhecer os números da sua produção. Porém, esta é uma parte essencial em operações de hedge. Além disso, conhecer muito bem a sua propriedade é primordial para o devido controle do seu negócio.

Você, como gestor rural, precisa decidir o rumos da sua produção não pela emoção, que pode variar com as circunstâncias, mas com dados do seu negócio.

E para ter todos os dados da sua propriedade, nós temos o sistema de gestão ideal! Informatize e agilize a gestão com um software que tem tudo o que a sua produção precisa: o CPT Fazenda Premium.

Tendo esta base: os números da sua propriedade e o conhecimento das ferramentas de gestão, então é que se inicia as suas primeiras negociações.

Existe uma fórmula?

Que fique claro: Não existe uma receita de bolo. Não tem uma ferramenta que sirva para todas as situações. O mais importante é ter um planejamento, para então aplicar a ferramenta certa para o momento certo.

A sua forma de investir vai estar de acordo com o perfil da sua propriedade rural, o seu diagnóstico econômico, o momento de mercado. São diversas variáveis que serão levadas em conta para que você encontre a melhor ferramenta, caso contrário, você sofrerá com uma experiência negativa.

Fonte: Giro do Boi, Dicionário Financeiro, Warren

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *