Mantenha a empresa lucrativa sem erros

A administração financeira da empresa visa ao lucro. Mas para manter a empresa lucrativa, é preciso evitar alguns erros, muitas vezes, primários. Portanto, é preciso fazer uma boa gestão das finanças para entrar mais dinheiro no caixa e, com isso, obter boa lucratividade. No mundo dos negócios, algumas empresas cometem falhas que colocam em risco a saúde financeira da empresa, como não precificar os produtos corretamente, não mensurar adequadamente os números e juntar o dinheiro pessoal com o da empresa.

Com o CPT Finanças na Família – Software para Gerenciamento das Finanças da Família, o empresário pode planejar melhor tanto as finanças da família como as da empresa, além de acompanhar o planejamento realizado e visualizar os resultados obtidos. Dessa forma, ele poderá reduzir os erros na administração financeira e aumentar a lucratividade dos negócios de forma dinâmica e prática.

Conheça os principais erros na gestão financeira da empresa:

Não mensurar adequadamente os números

Um dos erros mais comuns de empresas inexperientes é deixar de mensurar os números adequadamente. De nada adianta separar o dinheiro pessoal do da empresa, ou fazer o controle das movimentações financeiras, se você não realiza uma análise criteriosa das finanças do negócio. Ao analisar os números detalhadamente, você terá maior segurança para tomar decisões, para investir no crescimento da empresa e obter bons lucros. A ordem do momento é saber gerenciar o dinheiro da empresa para evitar erros desnecessários.

Juntar o dinheiro pessoal com o da empresa

Muitos empresários têm o hábito de juntar o dinheiro da empresa com o dinheiro pessoal. Em hipótese alguma isso deve ser feito, porque dificulta o controle preciso das finanças. Dessa forma, a administração financeira dos negócios passa a adotar como base os gastos pessoais. Se o empresário gasta mais, a empresa também gasta e vice-versa. Esse é um erro que deve ser evitado, pois geralmente o empresário gasta mais do que deve, o que faz com que a empresa reduza os lucros.

Não precificar os produtos/serviços corretamente

Quando a empresa conta com uma carta de clientes extensa, mas sem boa lucratividade, algo está errado. Independentemente de ser prestadora de serviços ou comércio, o erro pode estar na precificação dos produtos/serviços. Ao cobrar menos do que é justo, a empresa está colocando os negócios em risco, pois fará com que o caixa apresente problemas. Por outro lado, cobrar preços exorbitantes também não é a saída para lucrar. Deve haver um equilíbrio ao definir preços, mesmo que seja necessário reduzir os custos do negócio.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: Administradores.

Desenvolvedor de sistemas no CPT Softwares desde 2009. Graduado e Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal De Viçosa - UFV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *