Você por acaso está por dentro do PQFL? Saiba um pouco sobre o Plano do Ministério da Agricultura que pretende elevar o padrão de qualidade do leite produzido no Brasil, e suas normativas: IN 76 e IN 77.

Mas o que são essas siglas?

As IN’s (ou instruções normativas) 76 e 77 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) fazem parte do Plano de Qualificação do Fornecedor de Leite (PQFL).

O Plano baseia-se na implantação das Boas Práticas Agropecuárias (BPA) na cadeia produtiva do leite. E a finalidade das normativas é definir parâmetros para produtores e indústria, a fim de melhorar a qualidade do leite.

A IN 76 estabelece um conjunto de características que os leites cru refrigerado, pasteurizado e o pasteurizado tipo A devem possuir.

A IN 77 revela critérios a serem aplicados em toda a cadeia produtiva do leite. Desde a produção, conservação, transporte, organização da propriedade, instalações, equipamentos, até a capacitação de funcionários e controle sanitário.

Direcionamento Educacional

A diferença da IN 77 para as normas anteriores do MAPA sobre a qualidade do leite está no seu direcionamento educacional. Ela prevê a capacitação de produtores e técnicos do setor de laticínios. O que acontecerá com apoio do laboratório da Embrapa.

Erivelto Costa, supervisor da Área de Leites da Frimesa, diz que houve muitas mudanças na rotina das indústrias laticinistas desde a publicação de novas IN’s, em novembro de 2018 “A principal mudança está no campo, onde os processos de produção, armazenamento e coleta do leite estão no foco principal.”

Para acompanhar estas mudanças, tenha o auxílio da tecnologia. Melhore seus negócios em gerência e produtividade com softwares de qualidade!

Mais informações

Confira também o guia orientador do PQFL (Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite) :

http://www.agricultura.gov.br/assuntos/boas-praticas-e-bem-estar-animal/arquivos-publicacoes-bem-estar-animal/guia-orientativo-para-elaboracao-do-pqfl

Fonte: Embrapa, O Presente Rural, AgroNews Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *