Esta é uma situação mais recorrente em pequenas criações, e existem inúmeros fatores que podem levar as aves a este comportamento.

Como se o volume de produção já não fosse preocupação o suficiente para produtores avícolas, muitos ainda sofrem com as aves comendo seus próprios ovos. Mas porque os animais fazem isso?

Deficiências nutricionais

Não há uma única razão para que as galinhas hajam dessa forma, mas dentre os principais motivos que levam a isso estão as deficiências nutricionais. Nestes casos, a criação pode estar atrás de cálcio, presente na casca dos ovos.

Uma ração de qualidade já apresenta cálcio na proporção correta, impedindo assim, que os animais tenham este comportamento. Para ajudar, é possível fazer uma mistura meio a meio de calcário calcítico (em grão), ou calcário avícola, e fubá, e deixar a tigela exposta aos animais o dia todo.

Dê a alimentação que sua criação avícola precisa! O software CPT Ração Premium te ajuda a balancear a dieta certa para as suas galinhas de postura:

Água quente demais para a criação

Outro possível fator é o baixo consumo de água, que pode ser causado pela temperatura elevada do líquido. A galinha que não tomar água também vai comer menos, comendo menos haverá impactos na postura das aves, e podendo levar também a criação a comer seus próprios ovos.

Um indicativo da má qualidade da água oferecida na granja é a sua menor ingestão. Isso pode significar condições sanitária ruins ou baixo nível de bem-estar animal. Saiba mais lendo o artigo. É só clicar no link abaixo:

Para evitar estes problemas, algumas atitudes podem contribuir grandemente. Deixar a caixa d’água na sombra manterá a temperatura da água dentro daquilo que é agradável para as aves.

Outros motivos

As galinhas também podem estar sofrendo de estresse. Caso o motivo do desconforto seja a superlotação, diminua a ocupação para 7 animais por metro quadrado. Se a temperatura ambiente estiver alta, é aconselhado ter árvores o mais próximo possível, sombreando os animais, a granja e a caixa d’água.

Uma medida mais imediata e mais simples é colher os ovos em uma frequência maior. Se o comum era colher 1 vez por dia, passar a colher 2, se era 2, passar para 3 vezes.

Outro manejo possível é colocar no ninho um objeto rígido que se pareça com um ovo. Pode ser um pedaço de madeira redondo, pintado de branco. Percebendo as suas tentativas frustradas de quebrar o ovo falso, a galinha desiste, e para com o mau hábito.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *