Pequenas empresas exportadoras sofrem com a desvalorização do dólar

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que um dos seus compromissos nesse início de 2011 será conter a desvalorização do dólar frente ao real. A medida irá beneficiar os proprietários de pequenas e médias empresas exportadoras que sofrem com a perda de competitividade no mercado internacional.

A queda do dólar prejudica os pequenos empresários que tentam alavancar suas exportações. Em contrapartida as pequenas empresas importadoras têm sido beneficiadas com a desvalorização da moeda americana. Nos últimos anos as empresas importadoras tiveram um saldo positivo em seus negócios por conta do câmbio favorável.

De acordo com a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), o número de empresas brasileiras importadoras subiu de 28,9 mil em 2007 para 39 mil no ano de 2010. Já as empresas exportadoras tiveram uma forte queda. Eram 28,8 mil empresas exportadoras em 2007 já em 2010, esse número caiu para 19 mil.

A previsão dos especialistas é que o dólar continuará se desvalorizando. De acordo com Evaldo Alves, professor de comércio exterior da FGV-EAESP, a desvalorização cambial exige atenção dos empresários que dependem do comércio exterior, tanto na importação quanto na exportação de produtos e serviços.

Desenvolvedor de sistemas no CPT Softwares desde 2009. Graduado e Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal De Viçosa - UFV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *