Qual a melhor forma de controle do gado?

Quando o pecuarista realiza o controle dos negócios, principalmente com a ajuda de softwares de gestão, a eficiência operacional da fazenda pecuária melhora de forma bastante significativa. Com isso, os resultados são cada vez mais favoráveis, o que proporciona ao empreendedor alta produtividade e rentabilidade dos negócios.

No caso do controle do gado em si, ele poderá ser feito para apurar o mérito genético dos animais, atender às exigências do mercado ou maximizar os lucros. De acordo com os objetivos do produtor, ele escolherá o controle individual ou o controle por lote.

Controle do gado: individual


Se a finalidade for apurar o mérito genético do rebanho ou atender às exigências do mercado, o pecuarista pode optar pelo controle individual, paralelamente e independentemente do controle por lote. Dessa forma, ele pode identificar alguma característica genética a ser melhorada ou ainda escolher os melhores animais a serem comercializados em mercados específicos.

O controle individual do gado geralmente usa alta tecnologia proveniente da instalação de softwares avançados, além de equipamentos que auxiliam na identificação dos animais, como os brincos com chips. Embora seja vantajoso, o método requer alto investimento e mão de obra especializada para implantação da tecnologia. Salvo os softwares de gerenciamento, que apresentam preço acessível, além de serem intuitivos e dinâmicos.

O CPT Fazenda Pecuária, por exemplo, é um grande aliado do pecuarista, que precisa gerenciar todos os custos da produção animal, com eficiência, para maximizar os lucros de sua empresa rural. Trata-se de um moderno software para gerenciamento de atividades pecuárias, por animal ou por lote, que garante total controle e monitoramento do rebanho, de forma simples, fácil e prática.

Controle do gado: por lote


Quando o controle do gado é por lote (grupo de animais), ele considera as características da propriedade, como raça e categoria dos bovinos. Da mesma forma que no controle individual, o monitoramento dos animais em lote possibilita uma série de análises comparativas entre os animais e seus resultados, como o valor de custo por arroba vendida e a margem de lucro por cabeça.

Além disso, é possível encontrar informações importantes, que ajudam no processo de tomadas de decisões e no planejamento (principalmente a longo prazo), de forma mais eficiente e sem grandes investimentos. Com um mesmo recurso, é possível monitorar o desempenho de todos os animais que compõem o lote, com requisitos estabelecidos previamente pelo pecuarista.

O monitoramento por lote avalia os resultados mais relevantes a serem utilizados pelo pecuarista no planejamento estratégico. Isso porque ele lança indicadores importantes, como eficiência alimentar, ganho de peso e rendimento da carcaça, que favorecem a realização de melhorias no agronegócio.

Conheça os Softwares para Gestão Agropecuária.

Fonte: blog.perfarm.com

Por Andréa Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *