Assim como em locais ao redor do mundo todo, na cidade de Sorriso (MT) agricultores familiares tiveram seus negócios drasticamente afetados pela atual crise do Coronavírus.

A medida preventiva de isolamento social afetou seriamente os produtores rurais que dependiam das feiras livres, já que os eventos já não ocorrem a fim de evitar aglomerações.

Neste momento de instabilidade, é preciso ter maior cuidado com a saúde financeira do seu negócio:

A inciativa

Para superar este impasse, a Secretaria de Agricultura de Sorriso colocou em prática uma iniciativa relativamente simples, mas que tem ajudado os produtores locais neste período sem as feiras. A ideia pode servir de exemplo para outros municípios pelo Brasil.

Desde o final de março, os alimentos da agricultura familiar local são entregues em domicílio, como forma de auxiliar a sua comercialização.

Nas cestas são colocados legumes, verduras e frutas produzidos por mais de 200 pequenos agricultores. Cada cesta tem 30 quilos de alimento, tendo o preço único de R$ 50,00.

As cestas são montadas na Cooperativa de Hortifrutigranjeiros de Sorriso (Cooperriso), e o transporte (do campo até a cooperativa e da cooperativa até a casa do cliente) é feito pela Prefeitura Municipal. O dinheiro adquirido com as vendas é repassado aos produtores.

Iniciativa já faz sucesso

O presidente da Cooperriso, Inivaldo Hahn, diz que a solução tem ajudado muito os agricultores neste momento, e que, mesmo ainda no princípio, o projeto já faz sucesso.

“A expectativa inicial era vender cerca de 100 cestas por dia. Só ontem, foram 180 e já há fila de espera com mais de 1.100 cestas para entregar”, comenta Inivaldo.

Para te ajudar na gestão do seu negócio rural, utilize o CPT Fazenda Premium. E para aumentar a produtividade da sua lavoura, tenha a mão o CPT Adubação Premium.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *